Alguns dos Destaques da Mostra Artefacto Curitiba

Alguns dos Destaques da Mostra Artefacto Curitiba
  • Caroline Andrusko

Caroline Andrusko

  • Caroline Andrusko

Caroline Andrusko

  • Samara Barbosa

Samara Barbosa

  • Samara Barbosa

Samara Barbosa

  • Samara Barbosa

Samara Barbosa

 Inspirada em traços que buscam equilíbrio e harmonia de diferentes materiais, a arquiteta Caroline Andrusko transformou 62m² em um loft atemporal e elegante que homenageia a estilista Tatiana Hyczy, da Compagnia Internazionale. Os elementos escolhidos geram uma combinação única criando dinamismo e personalidade que remetem ao trabalho da estilista, que é responsável por vestidos que retratam a mulher atual com poder e elegância.



O Loft, pensado como ideal para um casal que busca as tendências de design e moda, evidencia que um espaço funcional e dinâmico pode ter sofisticação, estilo e elegância em sua composição, mostrando como os universos da moda e da arquitetura podem conviver.

Os principais destaques são a sobreposição e jogos de volumes na combinação de materiais e texturas – como o inox gold que aparece em alguns detalhes de painéis desenhados pelo escritório, em peças leves e suaves e também na estrutura de várias peças da loja; uma cortina metálica que reflete a mistura de materiais em elementos do espaço; formas arredondadas no mobiliário que imprimem uma ideia de fluidez criando um espaço mais dinâmico; Mármore Bronze Armani combinados com madeira e tecidos nobres; e obras de arte e composição de peças da Compagnia Internazionale Casa, salientando que os detalhes são primordiais e exaltam a essência, assim como as criações de Tatiana.

A paleta de cores do Loft segue as tonalidades predominantes nos projetos do escritório de Caroline Andrusko, com neutros off white ao fendi escuro, intencionando proporcionar aconchego, acolhimento e atemporalidade. Os tons foram cautelosamente trabalhados com os acabamentos para garantir a composição ideal.

Já a arquiteta Samara Barbosa assina o Loft C'est La Vie, em sua segunda participação na Mostra, com um ambiente de 45 m² que homenageia a Gig Couture, marca da estilista mineira Gina Guerra. 

“A ideia foi trabalhar uma base clean e reta, bem contemporânea, com iluminação cênica e intimista, que é a proposta do projeto. Todas as paredes são revestidas com painéis de madeira, e as fitas de LED vêm promovendo uma iluminação indireta por trás”, explica Samara. A inspiração vem da própria homenageada, já que a marca Gig Couture é baseada em três pilares: atemporalidade, contemporaneidade e sofisticação.

As cores predominantes no Loft estão na paleta de cinza, com alguns toques de Pumpkin, que funcionam como pontos focais que quebram a sobriedade sem que o espaço deixe de ser neutro. “Para mim o que nunca sai de moda é a base neutra. Gosto muito de explorar esse universo, saindo um pouco da linha bege, e utilizando mais os tons de cinza, indo do cinza claro até o tom de chumbo”, comenta a arquiteta, que utilizou a cor Pumpkin pela primeira vez em um projeto.

A escolha dos móveis que compõem o espaço foi cuidadosa e Samara destaca algumas peças. “O puffe em veludo chumbo, com um detalhe em alumínio, é destaque no ambiente, além de ser lançamento da Artefacto. A mesa de centro em acrílico é outro ícone da marca presente no Loft”.

Comentários (0)